Seguidores

22.9.17

Praia de tranquilidade

Fui à praia e percebi que a mesma paisagem pode ter mil tonalidades e traz-me outras tantas vivências que nem imaginava que pudesse existir. Uma ida à praia que me recorda que a idade ou o ritmo de vida cada vez mais intenso impele-me a valorizar as coisas mais simples. Como a tranquilidade e a paz interior.
Estes pensamentos viram-me a cabeça vezes sem conta, enquanto sorvia a tranquilidade da paisagem e imaginava pás e baldes a voar, a gritaria e a disputa por aquele centímetro para estender a toalha, que caracteriza o encantador Agosto e os dias de "descanso" da maioria dos Portugueses. 
Por aqui não há festas nem almoços para me mostrar. Nem o restaurante para inscrever no currículo e colocar no Facebook. Férias de verão aqui é, apenas, sinónimo de paz interior, reencontro com esse luxo supremo que é termos tempo para reflectir e desfrutar.
Afinal, como diz o escritor japonês Haruki Murakami, "se lermos todos as mesmas coisas, falaremos todos do mesmo". Ou, de outra forma, se pescarmos todos no mesmo oceano não haverá peixe para todos - uma das mensagens essenciais de " A Estratégia do Oceano Azul".
Estrada acima, cruzei-me com estes grafites antes de entrar na estrada principal. Arte urbana dá mais cor a fachadas antes abandonadas e "sem vida".
Se acha que esta introdução estará a tornar-se fastidiosa e sem sentido, faça-se à estrada e passe umas horas nesta praia.

32 comentários:

Os olhares da Gracinha! disse...

Simplesmente maravilhoso!
Olhares espetaculares e um belíssimo texto ... como sempre!
Bj

dinapoetisadapaz disse...

Olá Manuel, vim agradecer sua gentil visita e leitura, gostei do outono que me presenteou e também das lindas paisagens e da paz das suas praias. A Paz é algo impagável.
Um abraço e noite de paz, desejo!

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

Chega a nossa primavera
E começa o teu outono
Quando o calor ainda é dono
Das praias, como uma mera

Tranquilidade, à espera
Da chuva, feita um abono
Do céu que viveu em sono
Durante o verão que dera

O clima seco e maldito
Cujo o incêndio infinito
Quase findou Portugal.

Viva o outono bendito
Para esse povo aflito
Pelas chuvas de Natal.

Bela postagem, amigo Manoel! Parabéns! Grande abraço. Laerte.


Noushka disse...

Hola Manuel Luis,
Una fotos muy luminosas que me dan la envidia de quedarme tranqilla alli y y encontrarme mirando al mar :)
Abrazos y buena fin de semana :)

Elda disse...

Terminado el verano las playas quedan con esa tranquilidad donde los pensamientos afloran sin ninguna distracción.
Bellas fotografías acompañadas con bonitas reflexiones.
Un abrazo.

✿ chica disse...

Que linda praia e fotos e nada melhor do que a paz e tranquilidade! abraços, chica

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Uma bela reportagem fotográfica.
Um abraço e bom fim-de-semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
Livros-Autografados

Otília Santana disse...

Belas fotos.. tive o prazer de conhecer algumas o mar calmo o silêncio a paisagem parecia uma adolescente encantada com tudo o que vi é vive ..... espero voltar para o ano....o teu texto e fotos como sempre é fascinante boa noite bjs

Odete Ferreira disse...

Subscrevo o teu pensamento plasmado no texto, muito bem ilustrado com belíssimas captações, no que à importância do olhar diz respeito. Pode-se ir muitas vezes a um local mas, havendo sensibilidade e predisposição psicológica, é sempre diferente a sensação que desperta.
Bjo, Manuel

Tais Luso disse...

Gostei muito do seu texto e concordo plenamente! Descansar, encontrar a paz, afastar-nos da multidão, da correria, da confusão. Férias para mim é isso. As fotos estão belas como o texto pede.
Uma linda semana pra você.
Beijo.

Pedrasnuas disse...

Uma publicação pertinente, na minha opinião, não é o lugar que desperta sensações díspares ou sentimentos, não, é o nosso interior que pelas mais diversas razões, sente de forma nova! O local, apenas ajuda à introspecção. valeu, Manelito!
Dou particular destaque às fotos 4º, 5º e 6º . Beijinhos.

"Afinal, como diz o escritor japonês Haruki Murakami, "se lermos todos as mesmas coisas, falaremos todos do mesmo". Ou, de outra forma, se pescarmos todos no mesmo oceano não haverá peixe para todos - uma das mensagens essenciais de " A Estratégia do Oceano Azul"._ Gostei!!!

É na diferença que reside o bem maior, é a diferença que nos enriquece.

Pedrasnuas disse...

E...voltando uma vez mais, se as pessoas que frequentam as praias, soubessem desfrutar da beleza do mar e do céu, da tranquilidade, as praias não ficariam tão imundas como tem sucedido! É vergonhoso e deviam ser aplicadas coimas para quem polui as praias. Não existem nadadores/ salvadores? então, coloquem nas praias um sistema de video vigilância...(bem) ou pessoas capacitadas para tal , ou limpá-las no fim do dia! Algo deve ser feito! Por isso, vamos pagar caro esta ignorância e estupidez humana. Os peixes alimentam-se desse mesmo lixo e ao serem pescados, devolvem esse mesmo lixo à nossa mesa !

Beijinho, Manelito!

Graça Pires disse...

Passada a confusão do verão pode usufruir-se das praias com a tranquilidade desejada... Assim a sua partilha nos faz pensar como deve ser agradável.
Gostei das fotografias.
Uma boa semana.
Um beijo.

Lia Noronha disse...

Manuel: há tempo não visitava o seu espaço...está a cada dia mais fascinante!!!
Adorei a praia...muito inspiradora!!
Continue clicando mais e mais!!
abraços mil!!

© Piedade Araújo Sol disse...

Manel
Gostei das fotos que só a visualizar dá-nos uma sensação enorme de tranquilidade.
E gostei das palavras que ficaram muito bem nesta postagem.
Boas férias
:)

Ana Freire disse...

Adorei a tua tranquilidade, traduzida em imagens... e nas tuas palavras, Manuel!
E adorei a citação, que não conhecia! Vou anotá-la... e qualquer dia, depois destaco-a lá no meu canto, com um link para aqui!
Não sei como fizeste... mas o teu blog, já está actualizado na minha lista de blogues... Assim sim!!!! :-D
Beijinho! Tudo de bom! E boas férias, se for o caso... agora neste mês em que as praias já estarão mais calmas...
Ana

La Gata Coqueta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
La Gata Coqueta disse...

La paz y tranquilidad que se respira en estas playas no existen en otras partes...

Es un lugar muy apropiado para pensar dejando volar la imaginación.

Un cordial saludo y hasta otro momento.

Mari.

Fá menor disse...

Gostei tanto desta paz em fotos!

Muito grata.

Meu abraço.

Jaime Portela disse...

Excelentes fotos, bem sublinhadas pelo texto.
Bom fim de semana, caro Manuel Luís.
Abraço.

Elvira Carvalho disse...

Excelente fotografias, muito bem acompanhadas pelo texto
Abraço

Maria Rodrigues disse...

Também gosto das praias assim ... tranquilas, mas infelizmente ainda só posso ir em Agosto pois o meu Pedro só nessa altura tem férias.
Belíssimas fotografias.
Um abraço
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

Maria Glória disse...

Olá amigo!
De fato, paz e tranquilidade, para estar confortável e atento para apreciar e nada perder. E o tempo atual, tão corrido, por vezes desencantado, nos faz perder estes detalhes, que nada tem de menor, de pequeno, são grandiosos e sempre em harmonia ao bom estado mental e físico.
Manuel, um beijinho do Brasil e uma ótima semana.

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

Amo a praia e amo o mar
Que beijando a doce areia
Faz avivar nossa veia
Mais humana para amar

A nós, em particular,
E a alma que a nós é alheia.
Amar, se bela ou se feia,
A criatura, e se dar

Sem pensar em receber,
Pois a raiz do prazer
É ver o outro feliz.

E por amor, não dever,
Amar a si e ao ser
Como um humano aprendiz.

Maravilhosas paisagens a nos transmitir sossego, paz e amor. Parabéns! Grande abraço. Laerte.

tulipa disse...


Olá Manuel

afinal, como se chama a praia que tu fostes?
Também quero lá ir...

começo por agradecer a visita que fizeste a um dos meus blogues

Há algum tempo que não visito o teu blogue
mas... estive de férias,
quando todos regressam aos trabalhos e à Escola, vou eu
Ando sempre ao contrário...
e, agora tenho que colocar em dia as minhas visitas.

Pois é, o calor continua mesmo...
Parece que para a semana vem o Outono a sério, dizem...

e, lá vou eu até ao Algarve à chuva...

Ando há 2 semanas com tosse, garganta inflamada, etc
típico das diferenças de temperatura!

Bom fim de semana.

...ansiando as chuvas que tardam
e as terras agradeciam!!!

Gracita disse...

Olá Manuel
Muito lindas as tuas fotos e cada citação que as acompanha
Quisera desfrutar da serenidade de uma praia com o marulhar das ondas a embalar a minha tranquilidade
Um abraço e obrigada pela visita

Marta Moura disse...

Adoro a praia nesta altura, tão calminha.

Catarina disse...

No Algarve é difícil encontrar-se essa tranquilidade nas praias, mas eu ainda consigo encontrar um cantinho sereno quando lá vou! : ))

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Muito interessante
o seu espaço.
Ja seguindo aqui para ler
com calma e melhor
deixo o convite
para vistar o Espelhando.
Bjins
CatiahoAlc.

Hanna disse...

Un paisaje apacible y bonito, Beso

Elisabete disse...

Gostei muito das fotos.
Bom domingo.

Kasioles disse...

Me encantan las playas tranquilas, me gusta tener espacio a mi alrededor, tumbarme al sol, leer, contemplar las olas y que nadie me salpique de arena cuando alguien se pone a jugar a tu lado con una pelota o simplemente al extender la toalla.
Disfrutar de espacio en una playa sólo se consigue en el mes de Septiembre, la mayoría de la gente pone punto final a sus vacaciones y es entonces cuando puedes elegir el sitio que más te guste sin que nadie te moleste.
Yo lo he logrado a últimos de Septiembre, nos hemos ido a Isla Cristina (Huelva), tuvimos altas temperaturas y todas las playas para nosotras, podíamos elegir, todas eran bonitas e inmensas y casi no había gente, me han encantado.
Como Faro está muy cerca, hemos ido un día y al llegar a la plaza del Mercado de Abastos, no pude remediar a tentación de entrar, me ha sorprendido ver dos corvinas tan enormes, que jamás había visto nada parecido, también pude apreciar que ya vendían pescados variados y troceados para hacer la típica caldeirada de peixe que se come en Portugal y está deliciosa.
Como te darás cuenta, mi ordenador vuelve a funcionar, me alegra entrar en tu espacio y dejarte unas letras, en realidad no cumplo con menos pues tú también has tenido muy buenos detalles conmigo que debo agradecer, no creas que me he olvidado.
De ahora en adelante seguiremos en contacto, me gusta ver tus fotos, siempre son perfectas.
Te dejo cariños con mis mejores deseos para que tengas un buen fin de semana.
Kasioles